Abrir menu mobile
Céu nublado com chuva fraca

Rolim de Moura - RO

Max: 31 - Min: 23

Céu nublado com chuva fraca

Date e hora atual

19 de Abril de 2024 - 00:00:00

Busque as notícias digitando abaixo

Banner Highlight

PUBLICIDADE

educação

Vice-reitora eleita da Unir renuncia após federal do Rio Grande do Sul apontar falsidade em diploma de doutorado

Fonte: DO G1 RO
03/03/2024 23h 06min

Notícia

Vice-reitora eleita da Unir renuncia após federal do Rio Grande do Sul apontar falsidade em diploma de doutorado

Viviane Ricciotti, eleita como vice reitora da Unir, é investigada por fraude no diploma de doutora — Foto: Universidade Federal de Rondônia


Pouco mais de dois meses após a eleição de reitor e vice, a Universidade Federal de Rondônia (Unir) pode fazer uma nova votação. Isso porque a vice-reitora eleita, Viviane Ricciotti, renunciou ao cargo após ser denunciada por apresentar um diploma falso de doutorado à universidade. E como fica a reitoria após a renúncia?

Segundo a Unir, o Conselho Universitário analisará o caso, mas uma das possibilidades é que seja realizada uma nova eleição. Esse novo processo não afetará o posto da reitora eleita, Marília Pimentel, uma vez que as eleições dos dois cargos acontecem de forma separada, mesmo que simultaneamente.

Marília Pimentel e Viviane Ricciotti foram eleitas reitora e vice-reitora da Unir, respectivamente, em dezembro de 2023. As eleições foram realizadas depois que a então reitora, Marcele Pereira, renunciou ao cargo em razão de problemas de saúde.

Viviane Ricciotti faz parte do quadro de docentes da Unir há cerca de 15 anos e atualmente é professora permanente da universidade no Departamento de Engenharia Elétrica do campus de Porto Velho.
Segundo a Unir, Viviane Ricciotti apresentou um falso diploma de Doutora em Ciências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Essa ação é passível de investigações administrativas pela própria universidade, além de um inquérito policial.

De acordo com o Código Penal Brasileiro, falsificar documentos ou utilizar documentos públicos falsos é considerado crime com penas de 2 a 6 anos de reclusão, além de multa.

PUBLICIDADE

A Unir informou ao g1 que instaurou procedimentos investigatórios para tratar o caso e adotar as medidas cabíveis.

O g1 entrou em contato com a professora Viviane Ricciotti em busca de posicionamento sobre o caso, mas não obteve retorno até a última atualização desta matéria.

ice-reitora eleita da Unir renuncia após federal do Rio Grande do Sul apontar falsidade em diploma de doutoradoFOTO RONDONIAGORA'

Faça parte do nosso grupo no Whatsapp

PUBLICIDADE

Ícone da categoria Educação

Outras Notícias - Educação

As principais notícias da categoria Educação

O nosso portal utiliza “cookies” e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência com os nossos serviços, personalizar publicidade.

Ao utilizar os nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Consulte a nossa Política de Privacidade .