Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

Sobrevivente de colisão entre motos que deixou um morto em Vilhena luta pela vida enquanto aguarda vaga em UTI de Cacoal

Fonte: DO FOLHA DO SUL ONLINE

11/06/2019 08h 23min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Sobrevivente de colisão entre motos que deixou um morto em Vilhena luta pela vida enquanto aguarda vaga em UTI de Cacoal

O FOLHA DO SUL ON LINE entrevistou, por telefone, na tarde de segunda-feira, 10, a irmã da mulher que sobreviveu ao choque entre duas motocicletas no trecho urbano da BR 364, em Vilhena. O outro envolvido na colisão, Alex Sandro Gordoni, de 44 anos, morreu pouco depois do acidente, no Hospital Regional.

Segundo a irmã de Marta Cabral dos Reis, que tem 42 anos, ela está internada no Hospital de Emergência e Urgência de Rondônia (Heuro) na cidade de Cacoal, para onde foi transferida. Funcionária do frigorífico JBS Friboi, em Vilhena, onde trabalha há dez anos, Márcia está entubada e em coma induzido, por decisão dos médicos que a atendem.

A familiar também contou que a vilhenense deveria ter sido mandada para a UTI, mas não há vagas disponíveis. “Apesar de os médicos dizerem que o quadro é grave, confiamos em Deus”, disse a irmã, acrescentando que, embora a vítima não tenha sofrido afundamento de crânio, ela está com sangue dentro da cabeça. Os médicos descartaram cirurgia e usam medicamentos para combater o edema.

Mãe de uma garota de 22 anos, que cursa faculdade no Paraná, e de um adolescente de 13, que está na casa da tia, enquanto a mãe luta pela vida, Marta havia saído de casa para fazer compras num supermercado, quando a fatalidade aconteceu.

LEMBRE AQUI

Após grave acidente na BR-364, motociclista morre no pronto-socorro do Hospital Regional

Um motociclista morreu logo após dar entrada ao pronto-socorro do Hospital Regional de Vilhena na tarde de sábado, 08. Ele se envolveu em um acidente de trânsito na BR-364, foi levado ao HR em estado grave, com traumatismo craniano, e não resistiu aos ferimentos.

Alex Sandro Gordoni era morador de Pederneiras, em São Paulo, e pilotava uma CB 300 quando, ao tentar fazer conversão para entrar em um posto de combustíveis que fica na proximidade da BR-364, foi atingido por outra moto, que transitava no mesmo sentido.

A condutora da segunda motocicleta envolvida no acidente também foi levada para o Hospital Regional por uma guarnição do Corpo de Bombeiros com traumatismo craniano e politraumatismos, por causa do impacto entre os veículos, mas ela segue internada, em estado grave.

MAIS NOTÍCIAS DE POLICIAL