Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

Sindicatos se manifestam sobre aprovação da reforma da previdência para servidores estaduais em RO

Fonte: DO G1 RO

12/09/2021 10h 00min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Sindicatos se manifestam sobre aprovação da reforma da previdência para servidores estaduais em RO

Nesta semana a Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE-RO), aprovou com apenas um voto contrário, à proposta de reforma da previdência que altera os critérios de concessão de aposentadoria e pensões para os servidores públicos estaduais.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Rondônia (Sintero), que representa praticamente metade dos servidores do Estado, "a decisão é uma traição".

"Algumas pessoas vão ter que trabalhar cinco, seis, até sete anos mais para ter direito à aposentadoria integral", ressalta o presidente do sindicato, Nereu Klosinski.

O Sindicato dos Trabalhadores em Saúde no Estado de Rondônia (SindSaúde), também se manifestou sobre as novas normas. De acordo com a presidente, Célia Campos, essa é uma questão que precisa prezar pelo bem estar e direitos do servidor.

"É necessário dar paridade a estas categorias. É necessário garantir os direitos adquiridos por esses servidores. Garantir que o servidor chegue a aposentadoria com salário digno", aponta.

O texto final da reforma será divulgado pela ALE-RO somente na próxima semana, mas até o momento é possível identificar algumas mudanças na idade mínima de aposentadoria para servidores da educação, por exemplo, como mostra o quadro abaixo:

Nova idade para aposentadoria de servidores da educação em RO

Gênero Antes Com alteração da reforma
Mulher 50 anos de idade e 25 de contribuição 57 anos de idade e 25 de contribuição
Homem 55 anos de idade e 25 de contribuição 60 anos de idade e 25 de contribuição
 
Quer ficar conectado com o Rolnews em seu WhatsApp?
Entre agora em nosso grupo e fique bem informado.
Clique aqui para entrar no grupo.

MAIS NOTÍCIAS DE POLÍTICA

CONTEÚDOS DIVERSOS