Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

Servidores relatam dificuldades em isolar pacientes com Covid dos demais no Hospital João Paulo II em Rondônia

Hospital não faz parte das unidades de referência em tratamento da Covid, mas registrou pacientes com diagnóstico positivo e outros com suspeita.

Fonte: DO G1 RO

14/01/2022 18h 24min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Servidores relatam dificuldades em isolar pacientes com Covid dos demais no Hospital João Paulo II em Rondônia
Conforme denunciantes, o Hospital João Paulo II segue em superlotação. — Foto: Reprodução

Servidores do Hospital de Urgência e Emergência João Paulo II, em Porto Velho, relatam dificuldades em transferir pacientes com diagnóstico positivo de Covid-19 para unidades de referência em tratamento por falta de leitos. O hospital não atua como unidade de tratamento da doença, mas registrou pacientes com coronavírus e outros com suspeita durante esta semana.
Conforme denunciantes, o Hospital João Paulo II segue em superlotação. Devido o fluxo de entrada diária de pacientes na unidade ser alto, "não há como ter controle" de quais pacientes e acompanhantes tiveram contato com pessoas infectadas.

Ao g1, um servidor que atua no pronto socorro denunciou que haviam cinco pacientes com Covid-19 na unidade nesta sexta-feira (14) e eles não conseguiam ser transferidos para hospitais de referência por falta de leitos disponíveis. Segundo o governo, até quinta-feira (13), 57,14% dos leitos de UTI da rede pública estadual estavam ocupados por pacientes com doenças respiratórias. 

"Como a maioria [dos pacientes] está assintomática, é possível termos mais do que esses cinco internados sem ter para onde mandar. Os suspeitos também estão ficando aqui até sair o resultado, porque o Estado também não tem mais leito para os suspeitos. Alguns outros pacientes tiveram contato com os positivos, mas não fizeram os testes porque estão no corredor e não temos como controlar os que tiveram ou não contato, e nem como testar todos, já que o fluxo de entrada é constante", denunciou.

Após a denúncia, um servidor confirmou que os cinco pacientes diagnosticados com o vírus conseguiram ser transferidos para hospitais de referência em tratamento de Covid ainda na tarde desta sexta (14) e que os casos suspeitos foram descartados.

g1 procurou a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

Aumento de casos

A situação do Hospital João Paulo II começa a gerar mais preocupação aos servidores devido alta no número de casos de Covid-19 no estado. O ano começou com cerca de 30 novos infectados por dia, mas nesta semana já chegou a 796 confirmações em 24 horas.

Na última quinta-feira (13), 422 novos casos conhecidos de Covid-19 foram confirmados, chegando ao total de 288.595 diagnósticos confirmados desde o início da pandemia. O estado também registrou 4 mortes pela Covid-19, totalizando 6.782 óbitos desde março de 2020, o início da crise sanitária.

Os dados foram divulgados em boletim pelas Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), Superintendência Estadual de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic) e Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

Texto: Beatriz Galvão

Entre no grupo do whatsapp Clique aqui para entrar no grupo do Rolnews no Whatsapp.

MAIS NOTÍCIAS DE GERAL

CONTEÚDOS DIVERSOS