Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

Secretário de saúde fala de ações para reduzir fila de espera do SUS e diz que prepara novo concurso

Fonte: Do Rondoniagora

17/03/2019 08h 57min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Secretário de saúde fala de ações para reduzir fila de espera do SUS e diz que prepara novo concurso

Retomada de cirurgias cardíacas, lábio leporino, redução da fila de espera para atendimentos oftalmológicos foram algumas das medidas citadas como já realizadas desde o início da gestão pelo secretário de estado de saúde, Fernando Máximo. O balanço de suas ações foi apresentado na última sexta-feira (15), durante coletiva de imprensa. 

Para o secretário, todas as medidas tomadas fazem parte de um importante processo para a melhoria da saúde da população de todo o Estado. A exemplo, ele citou que, na semana do Carnaval, foram retomadas as cirurgias cardíacas que estavam suspensas. “Tinham pacientes internados no Hospital de Base aguardando desde agosto de 2018. Nós conseguimos licitar e comprar esses materiais e já estamos operando a todo vapor. Já foram atendidos pelo menos três pacientes de peito aberto, cirurgia que não estava sendo feita”, garantiu o gestor.

Além das cirurgias cardíacas, Fernando citou as plásticas de lábio leporino em crianças. “Eu entrei em contato com o médico responsável pelo procedimento e as cirurgias já estão sendo realizadas nos pacientes”.

Segundo Máximo, as ações da pasta são diárias para tentar minimizar os problemas encontrados na saúde do estado. “Sabemos que não é fácil e requer muito trabalho envolvendo uma equipe grande. Temos feito muitos planejamentos e muitas ações que podem ser comprovadas pelos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS)”, disse.


Concurso público

Esses planejamentos incluem, inclusive a preparação de um novo concurso público. No entanto, antes de realizar um novo, Fernando Máximo informou que, atendendo as necessidades do Estado e obedecendo a Lei de Responsabilidade Fiscal, ele pretende fazer novas convocações de seleções ainda vigentes. “O processo para a realização do concurso já está em andamento, existe um trâmite burocrático que tem que ser seguido. Mas já começaram as partes iniciais de preparação para o novo concurso público na área da saúde”, afirma.


Fila de espera

Para o secretário, já é possível comemorar a redução de pacientes na fila de espera por atendimentos oftalmológico na Policlínica Oswaldo Cruz. Cerca de 80 pacientes que estavam na fila aguardando uma consulta já foram atendidos aos sábados. 


A fila para as cirurgias em todas as especialidades também é grande. Para realizar os atendimentos, os profissionais estão fazendo a triagem e boa parte da demanda está sendo encaminhada para os procedimentos no município de Extrema. “Naquela localidade nós temos um hospital estadual que conta com bons profissionais que operam bastante, não tem um número de paciente suficiente e acaba sobrando vaga. A secretaria está trabalhando muito para minimizar o problema das filas que não é fácil. Por isso, nós estamos enviando pacientes da capital e do interior dando apoio logístico de transporte. Esses pacientes fazem a cirurgia e são trazidos de volta para suas casas”, destacou o secretário de saúde. 

No município de Cacoal, há um grande problema na UTI que atende uma população de 800 mil habitantes. São 10 leitos, mas somente quatro está atendendo os pacientes. Ela foi inaugurada em mês de dezembro de 2018. “Não estava funcionando porque falava profissionais para cuidar dessa UTI e nós abrimos um edital para convocar pessoas do concurso de 2017. Essas pessoas já tomaram posse e automaticamente, na primeira chamada de técnico de enfermagem, nós já conseguimos abrir mais dois leitos de UTI”, enfatizou Fernando Máximo. 


Novo Pronto-Socorro

Um dos maiores problemas na saúde enfrentados pelos gestores estaduais é o Hospital e Pronto-Socorro João Paulo II, onde há casos de pacientes nos corredores da unidade por falta de leito ou até mesmo no estacionamento, expostos ao sol e chuva. 

O secretário disse que é meta do governador e da Sesau a construção do novo pronto-socorro. “Nós estamos fazendo novamente cotação de planilhas para analisar preços, para depois a gente lançar a licitação. Isso demora um tempo, mas todos os dias eu cobro para saber como está, porque eu preciso ver um novo João Paulo construído. Estamos trabalhando para que até final do próximo mês, a gente consiga preparar para a licitação”, finalizou Fernando Máximo. 

MAIS NOTÍCIAS DE POLÍTICA