Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

“Reconhecer OPORTUNIDADES é difícil porque elas andam disfarçadas de TRABALHO”

Fonte: ARTIGO SEMANAL - PROFº GILCLÉR REGINA

16/12/2020 19h 34min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Em tempos de pandemia, em tempos de uma vacina aguardada com ansiedade e nós vemos dois tipos de pessoas no mundo. A primeira e absoluta maioria concentra-se nas notícias negativas e uma minoria, justo os que depois se encontram no topo, concentram-se numa motivação para retomar e fazer as coisas acontecerem .

Você é o que fala. Se achar que a vida é exaustiva, ela realmente vai ser exaustiva. Na realidade, você cria a sua experiência de vida no seu debate interior, você com você mesmo. Você nunca age em relação à vida pura e simples. Você age com base em sua opinião sobre a vida.

Mas quando você trabalha somente para combater o mal e não para evidenciar o bem que existe, seria o equivalente emocional de varrer as baratas mortas para debaixo do tapete. A aparência pode estar ótima, mas você sabe que as baratas mortas continuam ali.

É assim em nossa cabeça, quando varremos a emoção negativa para debaixo do tapete mental, algo ainda nos incomoda. Algo mais próximo da verdade. É como mentir para si mesmo sem acreditar na mentira. Uma enganação.  Hoje precisamos existir e parar de fingir. Veja, você é o problema e você é a solução. Qual é a sua escolha?

Não deixaremos, em nenhuma hipótese, de viver esse adorável mundo novo. Eles não esperam até que você tenha uma “ideia brilhante”, eles não buscam a “sorte grande” e não acreditam que ficarão “ricos da noite para o dia”.

Eles colocam a ideia em prática. Isso poderia muito bem ser um resumo que retrata as palavras de Albert Einstein. E quantas startups não nasceram assim? Oferecendo ao mundo facilidades diante de problemas existentes.

Apesar de toda amplitude que podemos dar a palavra “inovação” e sua relação com o trabalho, a face mais visível se mostra com as oportunidades inovadoras e suas chances de sucesso ou mesmo de fracasso.

As histórias de sucesso não param na ideia e sim se iniciam com ela e a partir daí, muito trabalho... e elas não deixaram de existir simplesmente porque o mundo parou numa pandemia. Até porque não foi a primeira e certamente não será a última.

Quando o trabalho é um prazer a vida é uma alegria... mas quando o trabalho é um dever, a vida é uma escravidão! Esse é o verdadeiro pensamento criativo que devemos ensinar aos nossos filhos, dando um real sentido à palavra “trabalho” como sucesso.

Thomas Edison disse que reconhecer oportunidades é difícil porque elas andam disfarçadas de trabalho.

O mundo fala muito em inovação tecnológica, em mercado digital, em novos aplicativos e processos criativos e o teor mais alto é o de ser empreendedor. Como também disse Einstein: “Tudo mudou, exceto nosso modo de pensar”.

É igual o mundo que vivemos. Nós sabemos que podemos escolher o nosso caminho. Você pode viver como se nada fosse um milagre ou como se tudo fosse um milagre. A escolha entre ser feliz ou não é de cada ser humano. Então vamos para 2021 com fé.

Criatividade não é só gerar coisas novas... também é abandonar coisas velhas.  Picasso já disse: “Para construir é preciso destruir”. Ou seja, para construir a verdade é preciso destruir a mentira. Para construir um mundo novo, muitas vezes precisamos destruir um “mundo velho”.

Pelo menos no meu tempo, quando criança na escola, nos ensinavam o PI. Minha geração deve lembrar do “PI”. Sim, a resposta na matemática é: 3,1416. Lembra da tábua logarítmica? Quando crianças perguntamos para que serve? Quando jovens vamos deixando de perguntar? Quando adultos, já nos consideramos “formados” e nem questionamos mais.

E hoje, nesta nova volta do mundo da inteligência artificial, afinal começamos a compreender esse mundo de logaritmos que para nós naqueles tempos era uma aberração.

O mundo é um adorável mundo novo onde se coloca o ranço do “sempre foi assim” de lado e buscam-se novas fontes, novas oportunidades, novos relacionamentos. Isso mesmo, deixamos de ser “adultos” e voltamos aos tempos de “criança”.

Com o novo ano batendo em nossa porta, aprendemos mais fazendo “perguntas” do que preparando “respostas”.

Pense nisto, um forte abraço e esteja com Deus!

·                     Gilclér Regina, escritor de sucesso com 4 milhões de livros vendidos. Palestrante com reconhecimento internacional e mais de 5 mil palestras realizadas.  A série de CDs Motivação & Sucesso já vendeu 6 milhões de cópias. Autor com expertise em comportamento humano e alta performance no trabalho, nas carreiras e profissões.

Quer ficar conectado com o Rolnews em seu WhatsApp?
Entre agora em nosso grupo e fique bem informado.
Clique aqui para entrar no grupo.

MAIS NOTÍCIAS DE Publicações

CONTEÚDOS DIVERSOS