Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

Presença de andarilhos aumenta em Cacoal e urinam até dentro de igreja

Fonte: Tribuna Popular

12/01/2019 00h 52min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Presença de andarilhos aumenta em Cacoal e urinam até dentro de igreja

A população de Cacoal anda apreensiva com o aumento do número de andarilhos que  perambulam pelas ruas da cidade, um problema social que tem aumentado ainda mais no final e início deste ano, que persiste em continuar aumentando.

Além do problema que a cidade enfrenta com a irregular coleta do lixo, essas pessoas abandonadas pela sorte vivem aumentando a sujeira dos locais que somado a higiene pessoal de cada um, formam um ambiente constrangedor, principalmente em frente de estabelecimentos comerciais, cujos proprietários investiram para melhorar o visual e para sua decepção, encaram essas incomodas presenças, sem com que alguém tome uma providencia para que tal situação seja evitada ou pelo menos diminuída.

No centro da cidade, onde ocorre o maior movimento, diariamente é notório a presença dessas pessoas que acabam ocasionando situações desagradáveis. Nesta quarta-feira, 09, como exemplo, dentro da Igreja Matriz e na presença de alguns fieis, um desses homens,  sem onde fazer suas necessidades,  urinava ali dentro mesmo, para o espanto de todos e irritação daqueles que são responsáveis pela limpeza.

Esses andarilhos, que geralmente são usuários de álcool e entorpecentes, quando abatidos pelo efeito desses produtos, acabam utilizando-se de calçados para repousarem e provocam um ambiente constrangedor e de má impressão, indicando a falta de ação dos órgãos que existem com a incumbência de evitar essas situações.

A praça da igreja matriz tem sido o local mais ocupado por essas pessoas que muitas vezes cometem abusos, principalmente quando pedem dinheiro com insistência com argumento de que é para comprar alimento, mas na verdade, é para a aquisição de bebidas alcoólicas, cigarros e até drogas.

Comerciantes e pessoas pedem ao órgão competente, possivelmente a Secretaria de Ação Social, para que tome as devidas providencias, uma vez que tem aumentado no dia a dia o numero dessas pessoas desocupadas nas redondezas, o que já está provocando medo de que esses elementos possam praticar furtos e até crimes.

 

MAIS NOTÍCIAS DE GERAL