Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

Padre Fábio de Melo diz que era "escravo" de refrigerante

Fonte: Yahoo Vida e Estilo

05/04/2021 21h 21min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Padre Fábio de Melo diz que era "escravo" de refrigerante
Reprodução

Padre Fábio de Melo revelou que já foi viciado em refrigerante e que não consome a bebida há 20 anos. O sacerdote trouxe o assunto à tona durante missa virtual de Páscoa celebrada no último domingo (4). 

Em sermão sobre perdão, o religioso falou sobre relacionamentos tóxicos e a importância de desculpar as pessoas que nos fizeram mal um dia. Fábio de Melo usou a própria relação com o refrigerante para refletir sobre reconciliação.

"Não estou me referindo a relacionamentos tóxicos que você custou a romper. Até a essas pessoas você precisa dar o perdão, mas não você não vai reintegrá-las à sua vida para não correr o risco de voltar", começou.

"A Teca fritou um pastelzinho para a gente, um pastelzinho de queijo bom... Aí os meus colegas que estavam na mesa enfiaram a cara no refrigerante e falaram: 'Toma! Só hoje'", contou o padre. "Eu não! Eu sei o tanto que fui escravo dessa porcaria. Tem 20 anos que eu não ponho uma gota de refrigerante na minha boca porque era uma escravidão na minha vida", explicou.

Padre Fábio de Melo diz que era "escravo" de refrigerante

O religioso também disse que tomava mais de 2 litros de refrigerante por dia. "Você acha que eu quero reencontrar o escravizador? Você acha que vou abrir um espaço para o meu cérebro ter o desejo do refrigerante como tinha há 20 anos quando eu tomava 2,5 litros por dia... Incontrolavelmente?", questionou.

Padre Fábio de Melo diz que era "escravo" de refrigerante

"As pessoas são assim também. Eu perdoei o refrigerante, não levo mágoa dele. Eu falo assim: 'Tem muita gente que gosta de você, mas eu não gosto de você, não'. Nós precisamos fazer o mesmo com as pessoas. Perdoe", finalizou.

Quer ficar conectado com o Rolnews em seu WhatsApp?
Entre agora em nosso grupo e fique bem informado.
Clique aqui para entrar no grupo.

MAIS NOTÍCIAS DE CULTURA

CONTEÚDOS DIVERSOS