Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

Novo treinador do Vilhenense deve desembarcar em Vilhena nos próximos dias

Fonte: FOLHA DO SUL

27/07/2020 20h 04min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Novo treinador do Vilhenense deve desembarcar em Vilhena nos próximos dias
Divulgação

Campeão Rondoniense em 2019 o Vilhenense será um dos representantes do Estado no Campeonato Brasileiro Série D deste ano, previsto para começar na segunda quinzena de setembro.

Para o comando técnico da equipe na disputa da quarta divisão do futebol brasileiro o clube trouxe o treinador Felipe Romário que estava no Sub-20 do Brusque-SC. O novo comandante deve chegar em Vilhena ainda este mês. “Saio de Santa Catarina na quarta-feira, na quinta estarei em Vilhena a disposição do clube”, disse o treinador.

Felipe Romário irá trabalhar pela primeira vez em um clube da região norte do país. Ele avalia que não terá dificuldades de adaptação. “Em virtude da globalização, da facilidade dos meios de comunicação e da buscar maior dos profissionais pela qualificação, o futebol está se nivelando muito, independente da região do país. Eu vejo a região Norte como uma região que vem crescendo muito nos últimos anos”, disse o profissional.

O treinador disse que tão logo surgiu a primeira sondagem para vir para o Vilhenense, ele fez um mapeamento para colher informações. Segundo ele, assistiu a muitos jogos do estadual de 2019 e também deste ano para, segundo ele: “Tentar entender um pouco a cultura local, a cultura do clube e as particularidades dessa região no tocante a disputa de competição nacional, como as logísticas de viagens que iremos enfrentar”, disse o treinador.

Felipe Romário se mostrou confiante de que o Vilhenense fará uma boa campanha na Série D e destacou a importância da permanência de profissionais da comissão técnica. “Eu acredito que faremos um grande trabalho, e sem sombra de dúvidas a manutenção de profissionais que já estavam no clube, como Leonardo Coelho e o Téo (Gilson Santana) será de grande importância para isso”, pontuou.

À frente do Vilhenense, Felipe Romário fará a sua estreia como treinador no Campeonato Brasileiro Série D. “Participei de forma indireta por que tive uma ligação com a comissão do Brusque, atual campeão da Série D, acompanhei de perto o trabalho de sucesso que foi realizado. É claro que a forma de disputa era diferente, mais difícil inclusive, mas pude acompanhar e tenho o Brusque como principal referência do nível da competição”, revelou.

Sobre o elenco e possíveis reforços, Felipe Romário disse que inicilamente irá analisar as peças que já estão no clube, e em parceria com os demais membros da comissão, analisar a necessidade de novas contratações. “No primeiro momento quero sentar com a comissão técnica para juntos avaliarmos o grupo que já foi mantido pelo clube. Tenho visto jogos e tentado mapear todos os atletas para identificar a característica dentro da posição de cada um deles. Mas, o dia-a-dia e o feedback da comissão, nos darão um norte com relação a isso; claro, respeitando a realidade financeira do clube e o planejamento já traçado pela diretoria”, pontuou.

O treinador não descartou a possibilidade de promover garotos da base, e destacou a importância de atletas experientes como o goleiro Gil e o meia Edilsinho. “Eu tenho a felicidade de ter trabalhado em todas as categorias antes de chegar ao profissional; essa continuidade me deu uma experiência e vivência para gerir atletas de diversas faixas etárias, mas dentro do meu conceito de avaliação para determinar quem joga é sempre a meritocracia, e isso independem da idade. É claro que temos que respeitar o momento desses atletas mais novos, identificar o "time" correto para lançá-los; para que, com responsabilidade não ultrapassemos os processos. Mas, com essa mescla, e sobre tudo por contar no grupo com atletas experientes como Gil e o próprio Edilsinho que conhecem bem esses garotos, tenho certeza que aqueles que merecerem a oportunidade entrarão e darão conta por ter a nossa confiança”, assegurou.

Sobre que estilo de jogo o torcedor vilhenense pode esperar do novo comandante do Leão, Felipe Romário disse: “É claro que tenho um modelo de jogo pré-estabelecido, mas precisamos adaptá-lo de acordo com a característica dos atletas, com o momento na competição, com o adversário, enfim, eu penso em um futebol jogado com idéias. As equipes que estou à frente têm a característica marcante de terem a posse de bola vertical, de serem sólidas na marcação, e buscarem de forma incessante a gestão de espaço e o controle das ações, quer seja com a bola ou sem ela”, pontuou.

 

Quer ficar conectado com o Rolnews em seu WhatsApp?
Entre agora em nosso grupo e fique bem informado.
Clique aqui para entrar no grupo.

MAIS NOTÍCIAS DE ESPORTE