Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

Mais homenagens são realizadas pela Câmara Municipal de Rolim de Moura

Fonte: ASSESSORIA

20/08/2019 14h 33min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Mais homenagens são realizadas pela Câmara Municipal de Rolim de Moura

 Logo após a sessão ordinária realizada nesta segunda feira, dia 19 de agosto, o Presidente da Câmara Municipal, vereador Dr. Lauro Lopes, realizou uma sessão solene para que fossem homenageados com Moção de Aplausos o Sr. Jair Aparecido Amando e a Sra. Lucineide dos Santos Silva, Presidente da RECICOOP, bem como, a cooperativa pelos relevantes serviços prestados e por entender a importância da cooperativa no trabalho com os recicláveis no município.

 

 A Moção de Aplausos ao Sr. Jair Aparecido Armando foi de autoria do Vereador Claudinei Fernandes, e se deu em função de sua assiduidade nas sessões ordinárias realizadas pela Câmara Municipal de Rolim de Moura e pela sua dedicação as causas do município, haja vista, que sempre trem trazido as mais diferentes reivindicações em benefício do coletivo, nunca em seu benefício próprio.

 

 Já o Presidente da Câmara Municipal, Dr. Lauro Lopes indicou o reconhecimento à Presidente da RECICOOP (Cooperativa dos Catadores de Materiais Recicláveis de Rolim de Moura), Sra. Lucineide dos Santos Silva, bem como, para a cooperativa que através do trabalho de alguns abnegados que mesmo com as dificuldades e o não cumprimento do contrato celebrado com o ente público, conseguem retirar aproximadamente 40 toneladas de materiais recicláveis que poderiam ir para o lixo e com isso aumentar o valor pago do recolhimento, transporte e armazenagem do lixo, e aumentar ainda a taxa cobrada da população.

 

 Além dos autores das indicações estiveram presentes ainda na sessão solene os Vereadores Alisson Ferreira, Aldair Julio Pereira e Uender Nogueira. Ao usar a palavra a Presidente da RECICOOP, Lucineide dos Santos Silvadestacou o apoio que recebeu e tem recebido do poder Legislativo como um todo, mas reclamou: “A dificuldade é enorme e vai desde o pouco salário que conseguimos até os atrasos com o contrato junto ao poder executivo que faz com atrasemos nossos compromissos familiares. As promessas foram muitas, mas pouco podemos contar nesse período. Gostaria ainda que não nos visse como catadores, uma palavra pouco valorizada, mas sim como agentes ambientais pelo muito que fazemos pelo meio ambiente”, disse a laureada.

 

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS DE POLÍTICA