Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

Jaqueline Cassol é eleita presidente da Comissão da Portabilidade da Conta de Luz

A deputada defende a abertura do mercado de energia elétrica, o que geraria maior competitividade e redução de preço

Fonte: DA ASSESSORIA PARA O ROLNEWS

24/10/2019 21h 05min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Jaqueline Cassol é eleita presidente da Comissão da Portabilidade da Conta de Luz

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP/RO) foi eleita presidente da Comissão Especial da Portabilidade da Conta de Luz (PL 1917/15), que propõe reforma no modelo do setor elétrico brasileiro, de modo a garantir aos consumidores escolherem o seu fornecedor de energia. A eleição da mesa ocorreu nesta quarta-feira (23), na Câmara dos Deputados, onde a deputada foi escolhida por unanimidade entre os parlamentares. O relator será o deputado federal Édio Lopes (PL/RR).

 

A liberdade de escolha do fornecedor de energia pode representar para o consumidor, entre outros benefícios, a queda no valor da conta de luz, segundo avaliam os especialistas. A parlamentar destacou que a opção de comprar energia no mercado livre já existe no Brasil, contudo é restrito a grandes consumidores que utilizam acima de 500 kW, estes pagam 30% a menos do que o consumidor residencial. O Projeto de Lei iguala os pequenos consumidores aos grandes. A proposta aumenta a competitividade e permite a abertura do mercado semelhante ao setor de telecomunicações. A comissão especial, instalada na Câmara, tem a missão de debater e encontrar caminhos para ajudar o consumidor residencial brasileiro.

Para a deputada Jaqueline Cassol, a ideia do projeto é de, gradualmente, permitir que empresas de pequeno e médio porte e o consumidor final também tenham mais liberdade para comprar energia.  Segundo ela, a expectativa é que a Câmara aprove um texto sobre o assunto até o fim do ano. 

“Se o grande empresário pode comprar mais barato, por que as médias e pequenas empresas e o consumidor final não podem comprar com esse desconto? A aprovação desse projeto pode abrir essa possibilidade, entre outras”. 

A próxima reunião está agendada para a próxima quarta-feira 30 de outubro, às 14h30, em plenário a definir.

MAIS NOTÍCIAS DE POLÍTICA