Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

Força-tarefa contra dengue age em Rolim de Moura e Região

Fonte: Da Assessoria para o Rolnews

09/01/2016 23h 40min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Força-tarefa contra dengue age em Rolim de Moura e Região

A força-tarefa do Estado, formada por órgãos ligados à Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) está concentrando, nesta fase, ações nos municípios da região da zona da mata. Os representantes das cidades de Rolim de Moura; Santa Luzia  do Oeste; Castanheiras; Novo Horizonte do Oeste; Nova Brasilândia do Oeste; Alta Floresta do Oeste e Alto Alegre dos Parecis, participaram de uma audiência na tarde desta sexta-feira (09/01) na Câmara Municipal de Rolim de Moura para tratar da  força-tarefa em combate à proliferação do mosquito Aedes Aegypti.

A estratégia é eliminar o vetor antes da eclosão dos ovos, o que pode diminuir em pelo menos 60% o nascimento de novos mosquitos. O pernilongo é o mesmo transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. A meta da força-tarefa é ajudar as prefeituras do interior no combate ao avanço da dengue em Rondônia. 

A proposta é fazer um controle vetorial, de casa em casa, com o auxílio de técnicos para eliminar focos e criadouros de mosquitos.

O secretário municipal de saúde de Rolim de Moura, Jair José da Rocha explica que, além do mapa de ação, serão intensificadas propagandas em meios de comunicação e redes sociais.

Jair pede que todos intensifiquem a limpeza dos quintais para evitar o zika vírus. De acordo com o Secretário, Rondônia já possui um caso confirmado, o que significa que o vírus já se encontra por aqui. “Vamos todos nos unir por uma cidade mais limpa. O desafio está lançado e ele se chama "SÁBADO DA FAXINA" ou "DOMINGO  DA FAXINA", vamos todos unir forças contra o mosquito” explicou Jair.

O mosquito demora sete dias para completar seu ciclo, então se todos os sábados ou domingos as pessoas limparem seus quintais e eliminarem os criadouros, os mosquitos não vão completar o ciclo. “Só depende de nós. O que está em jogo não é qualquer coisa. É o futuro daqueles que mais amamos, uma vez que a microcefalia está tomando um espaço cada vez maior na nossa sociedade. Pense e seja ágil. Faça...mas faça agora!” disse o Secretário Jair.

Quer ficar conectado com o Rolnews em seu WhatsApp?
Entre agora em nosso grupo e fique bem informado.
Clique aqui para entrar no grupo.

MAIS NOTÍCIAS DE GERAL

CONTEÚDOS DIVERSOS