Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

Facebook doará U$100 milhões para ajudar jornalismo na crise

Fonte: De Eu Quero Investir

02/04/2020 12h 42min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Facebook doará U$100 milhões para ajudar jornalismo na crise

A fim de incentivar o trabalho jornalístico durante a pandemia de coronavírus, o Facebook anunciou que contribuirá com U$100 milhões. O anúncio foi feito na segunda-feira (30), pelo fundador e CEO da empresa, Mark Zuckerberg, informou o Terra.

Assim, a iniciativa busca auxiliar os veículos de jornalismo que estão sofrendo com a baixa arrecadação em publicidade. Segundo o B9, devido à crise causada pelo vírus, anunciantes recuaram nos investimentos em ações publicitárias nas plataformas.

Com isso, o montante será divido em duas frentes. O Facebook Journalism Project, que apoia o desenvolvimento de trabalhos locais receberá U$25 milhões. Enquanto 75 milhões de dólares serão destinados às companhias globais para “gastos adicionais de marketing”, conforme o B9.

De acordo com o Terra, Zuckerberg esclareceu as motivações, por escrito, em comunicado oficial. “No momento, os jornalistas estão trabalhando em condições muito difíceis para manter suas comunidades informadas. E muitos editores estão lutando por causa do impacto econômico da epidemia.”

“As informações locais são particularmente afetadas pela crise. Por isso estamos comprometendo 25 milhões para fornecer fundos de emergência por meio do Projeto de Jornalismo do Facebook e outros 75 milhões em gastos com publicidade para apoiar jornalistas e editores”, completou.

Para Facebook, jornalismo é “serviço público vital”

Ainda conforme o B9, a Reuters indicou que o momento é um reflexo do choque que indústria da publicidade sofreu com o coronavírus. Inclusive, analistas preveem perda de faturamento publicitário de até 26 bilhões de dólares. Consequentemente, a queda da publicidade esgota os fundos de negócio de jornalismo, colocando o setor em situação deliciada.

“Se as pessoas precisavam de mais provas que o jornalismo local é um serviço público vital, eles estão vendo agora”, afirmou o comunicado do Facebook.

Primeiramente, a designação de valores contemplará os veículos que foram mais prejudicados pela crise mundial. Conforme o Facebook, essa ordem respeita a lógica de outra ação, anunciada na semana passada. A qual pretende beneficiar 50 redações com U$5 mil, no Canadá e Estados Unidos, que enfrentaram “custos inesperados” com a pandemia, segundo o B9.

Quer ficar conectado com o Rolnews em seu WhatsApp?
Entre agora em nosso grupo e fique bem informado.
Clique aqui para entrar no grupo.

MAIS NOTÍCIAS DE TECNOLOGIA