Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

Estado retoma atendimento presencial para tratar da Dívida Ativa

A utilização da máscara é obrigatória e o contribuinte que desrespeitar essa regra de proteção, não poderá ser atendido.

Fonte: ASSESSORIA

16/09/2020 09h 49min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Estado retoma atendimento presencial para tratar da Dívida Ativa
DIVULGAÇÃO

A Procuradoria Geral do Estado de Rondônia (PGE-RO) aos poucos retoma o atendimento presencial para quem deseja tratar sobre assuntos relacionados à Dívida Ativa. Para isso, a setorial de Ativos Financeiros tomou todas as medidas de segurança necessárias, como a adaptação das instalações físicas com barreiras de proteção de acrílico e o uso de equipamentos de proteção individual (EPIs). A utilização da máscara é obrigatória e o contribuinte que desrespeitar essa regra de proteção não poderá ser atendido. Segundo Fábio de Souza Santos, diretor da Procuradoria de Ativos Financeiros, o processo de retomada do atendimento presencial requer a quantidade limitada de pessoas no prédio. “O número de atendimentos simultâneos é limitado para diminuir o risco de contágio e a área de espera dentro da sala da Procuradoria foi desativada”, informou.

Desde março, quando foi decretado estado de calamidade pública, parte da equipe começou a trabalhar no regime de home office para contribuir com a prevenção ao contágio do novo coronavírus, a Covid-19. Contudo, procuradores e servidores permaneceram desenvolvendo suas atividades, remotamente, para dar continuidade aos serviços prestados pela Instituição. De acordo com Fábio Santos, a pandemia trouxe a urgência por alternativas digitais para situações que antes eram resolvidas de forma presencial e esse contexto acabou acelerando projetos. “Prova disso é a criação de um aplicativo com lançamento previsto para o primeiro semestre de 2021. O aplicativo será uma ferramenta nova de atendimento digital que permitirá ao contribuinte, mediante algumas validações simples, ter acesso aos valores devidos, tirar documentos de pagamento, certidões, e fazer parcelamentos diretamente no aparelho móvel”, disse o diretor, mencionando que a principal vantagem é a agilidade e a praticidade. “Não será necessário aguardar prazo específico de resposta da Procuradoria”, acrescentou o procurador do Estado. 

Quer ficar conectado com o Rolnews em seu WhatsApp?
Entre agora em nosso grupo e fique bem informado.
Clique aqui para entrar no grupo.

MAIS NOTÍCIAS DE GERAL

CONTEÚDOS DIVERSOS