Abrir menu mobile
Céu limpo

Rolim de Moura - RO

Max: 36 - Min: 19

Céu limpo

Date e hora atual

22 de Julho de 2024 - 00:00:00

Busque as notícias digitando abaixo

Banner Highlight

PUBLICIDADE

agronegócio

Embrapa Pecuária Sul completa 49 anos com foco na sustentabilidade dos sistemas de produção

Fonte: DA ASSESSORIA PARA O ROLNEWS
13/06/2024 14h 02min

Notícia

Embrapa Pecuária Sul completa 49 anos com foco na sustentabilidade dos sistemas de produção

Foto: Gabriel Aquere


Completando 49 anos de atuação nesse dia 13 de junho, a Embrapa Pecuária Sul, sediada em Bagé (RS), está focada na contribuição para uma produção agropecuária mais eficiente e baseada no uso sustentável dos recursos naturais. Com eventos climáticos extremos mais frequentes, como o que ocorreu recentemente no Rio Grande do Sul, a pesquisa agropecuária precisa, cada vez mais, buscar sistemas de produção mais resilientes e adaptados a essa nova realidade. 

O Chefe-geral da Embrapa Pecuária Sul, Fernando Cardoso, salienta que o centro de pesquisa já vem trabalhando a mais de três anos em um novo modelo de atuação, pautado pela produção de alimentos saudáveis a partir de sistemas sustentáveis. Dessa forma, as ações de pesquisa e desenvolvimento, de inovação e de transferência de tecnologia estão focadas em sistemas pecuários de produção, integrados ou não com a agricultura, baseadas na capacidade de garantir, ao mesmo tempo, sustentabilidade no uso dos recursos naturais, rentabilidade às cadeias produtivas e saudabilidade de produtos. 

Para Fernando Cardoso vivemos uma realidade em que cada vez mais presenciamos eventos extremos, como a falta ou o excesso de chuvas na região Sul, que trazem prejuízos para a produção agropecuária. “Essa realidade requer que os sistemas de produção estejam mais preparados para enfrentar esses eventos, levando em consideração os riscos climáticos no planejamento e na execução das atividades”. Segundo Cardoso, já existem diferentes tecnologias que podem ser empregadas nas propriedades visando essa adaptação, como a reserva de alimentos para os animais para enfrentar esses momentos de escassez de alimentos nesses momentos. “Também é necessária uma maior preocupação no manejo do solo, possibilitando que tenha mais capacidade de absorção e armazenamento de água, promovendo maior infiltração da água nos momentos de excesso de chuvas e disponibilização do recurso nos períodos de estiagem. 

Em relação à pesquisa agropecuária, Cardoso destaca que cada vez mais serão desenvolvidas cultivares de plantas, seja para agricultura ou para pecuária, que sejam adaptadas aos estresses hídricos. Além disso, o pesquisador destaca o crescente uso de bioinsumos que ajudam no desenvolvimento das plantas e na adaptação às mudanças climáticas. “Quando se fala em produção animal, a pesquisa está muito focada na eficiência dos sistemas de produção, como na eficiência alimentar que garante a produção animal com uma melhor utilização dos recursos disponíveis. O objetivo também é termos sistemas de produção que garantam menos emissão de gases de efeito estufa, utilizando diferentes tecnologias para esse fim”.

A Embrapa Pecuária Sul está engajada também na iniciativa “Recupera Rural RS”, uma ação conjunta em desenvolvimento pela Embrapa, pela Emater e outras instituições. O objetivo é recuperar a agropecuária gaúcha após as enchentes do final de abril e início de maio. A iniciativa prevê ações de curto, médio e longo prazos até 2026, tendo como bases do projeto a restauração ambiental, transferência de tecnologias fundamentada em boas práticas agrícolas para uma agropecuária conservacionista, disponibilização da genética e insumos e a redução dos riscos climáticos. A Embrapa Pecuária Sul vai trabalhar, por exemplo, para a disponibilização de sementes de cultivares de forrageiras para os produtores, com o mapeamento de fornecedores e volumes de sementes para aquisição por órgãos oficiais. Também vai participar de uma caravana solidária pelos principais municípios atingidos para apoiar as redes locais e de mobilização do capital social para a identificação de problemas, demandas e apresentação de soluções tecnológicas para a adaptação e mitigação das mudanças climáticas, entre outras ações.

PUBLICIDADE

Atualmente, a Embrapa Pecuária Sul já conta na sua programação de pesquisa com diferentes projetos que buscam a sustentabilidade da atividade e a adaptação a essa nova realidade. Entre eles está a criação de um centro de referência dedicado à avaliação de tecnologias capazes de mitigar os gases de efeito estufa na pecuária gaúcha. Pesquisas de melhoramento genético animal também estão gerando tecnologias que buscam melhorar a eficiência na produção, como o uso da avaliação genômica para a seleção de animais, seja para a resistência a doenças ou na eficiência alimentar, que garantem maior acurácia e rapidez no processo. 

Também o programa de melhoramento genético de forrageiras está desenvolvendo e disponibilizando cultivares que possibilitam uma melhor nutrição animal e também mais sustentabilidade dos sistemas, seja pelas características que melhoram a saúde do solo ou, no caso de leguminosas, da fixação biológica de nitrogênio. O centro de pesquisa também está desenvolvendo projetos que visam o desenvolvimento da pecuária familiar agroecológica e outro que visa a recuperação e conservação de solos em propriedades familiares. Além disso, tem efetivado parcerias com instituições e empresas de extensão rural, públicas e privadas, visando dar maior difusão e adoção de tecnologias já desenvolvidas e que podem contribuir para uma maior sustentabilidade dos sistemas de produção.     

Histórico - Criada em 13 de junho de 1975, a Embrapa Pecuária Sul foi fundamental para a consolidação da pecuária dos Campos Sul-brasileiros, contribuindo de forma significativa para o aumento da produtividade e da competitividade da atividade. Nesta trajetória, o centro de pesquisa teve um papel importante na diversificação da atividade pecuária na região, acompanhando de perto as necessidades do setor produtivo, sempre buscando atender as demandas dos diferentes setores envolvidos com a pecuária.

Entre as inúmeras contribuições da Embrapa para a pecuária estão o desenvolvimento da raça sintética Brangus/Ibagé, técnicas de controle de endoparasitos em ovinos que reduziram consideravelmente a morte de animais, introdução de espécies de forrageiras de inverno e de verão nos sistemas de produção, técnicas de manejo do rebanho, o desmame precoce de terneiros, o acasalamento de inverno em bovinos, melhoramento de campo nativo, controle integrado de endo e ectoparasitos em bovinos, o desenvolvimento do novilho precoce, entre outras. São tecnologias, práticas e recomendações que tiveram grande impacto no sistema de produção, dando maior competitividade e qualidade à nossa pecuária.

Atualmente, o centro de pesquisa continua procurando soluções para uma pecuária competitiva e sustentável. Nesse sentido, adotou como filosofia de trabalho a busca por uma produção de alimentos saudáveis em sistemas sustentáveis, que norteia as ações de pesquisa e de transferência de tecnologias. Como exemplos, pode-se se citar os estudos e desenvolvimento de tecnologias para o controle do capim-annoni, a disponibilização de cultivares de forrageiras adaptadas à região, o desenvolvimento de produtos cárneos de ovinos, a integração lavoura-pecuária-floresta, o desenvolvimento territorial e apoio à pecuária familiar, a utilização de ferramentas de genômica para o melhoramento animal, e tecnologias para a mitigação da emissão de metano na pecuária, entre muitas outras. As pesquisas que estão em desenvolvimento buscam tecnologias para uma pecuária inserida em sistemas de produção que preconizem o uso racional dos recursos naturais e com eficiência técnica, produtiva e econômica.

Faça parte do nosso grupo no Whatsapp

PUBLICIDADE

Ícone da categoria Agronegócio

Outras Notícias - Agronegócio

As principais notícias da categoria Agronegócio

O nosso portal utiliza “cookies” e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência com os nossos serviços, personalizar publicidade.

Ao utilizar os nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Consulte a nossa Política de Privacidade .