Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

Embrapa Amazônia Ocidental inaugura laboratório de nutrição e saúde de peixes

Fonte: EMBRAPA RONDÔNIA

17/03/2020 18h 45min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Embrapa Amazônia Ocidental inaugura laboratório de nutrição e saúde de peixes
Foto: Fernando Goss

A área de pesquisa em piscicultura da Embrapa Amazônia Ocidental conta com uma nova estrutura para ampliar e aprimorar as experimentações para o setor: o Laboratório de Nutrição e Saúde de Peixes. O novo laboratório foi instalado na sede do centro de pesquisa, em Manaus (AM), e foi viabilizado com recursos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), por meio de dois projetos aprovados em editais da instituição. 
 
Segundo o pesquisador Jony Dairiki, a nova estrutura vai ampliar as possibilidades de experimentação com as principais espécies nativas comerciais do Estado do Amazonas - tambaqui (Colossoma macropomum) e matrinxã (Brycon amazonicus). A implantação do laboratório foi feita com a revitalização de uma antiga casa de vegetação, e para sua revitalização foi essencial o apoio de funcionários da empresa, que colaboraram nas reformas e adequação das instalações. A reforma consistiu no recobrimento do teto com cobertura plástica e o revestimento das laterais com tela, além da recuperação de um viveiro escavado de 153 m³. “Com o laboratório vai ser possível uma maior acurácia e confiabilidade na condução de experimentos”, ressalta o pesquisador.
 
O Laboratório de Nutrição e Saúde de Peixes conta com as seguintes estruturas: sistema de 24 caixas d’água de polietileno de 1.000 litros para experimentação, inclusive para animais destinados a engorda e terminação; sistema de 10 caixas d’água de polietileno de 1.000 litros destinadas ao recebimento e adaptação dos peixes antes da experimentação; sistema de 30 aquários de polietileno de 70 litros para ensaios com peixes juvenis com aeração, entrada de água proveniente de poço artesiano e controle da temperatura por meio de termostatos e aquecedores; sistema de 120 tanques flutuantes de polietileno de 60 litros para condução de experimentos em viveiro escavado com influência do plâncton; e sistema de 12 tanques rede de nylon de 1 metro cúbico para condução de experimentos em viveiro escavado com influência do plâncton.
 
Os recursos utilizados para revitalização da estrutura e aquisição de equipamentos e materiais foram provenientes dos projetos financiados pela Fapeam: “Estratégias de manejo alimentar e monitoramento da qualidade da água visando a diminuição do custo de produção do tambaqui no Estado do Amazonas”, liderado pelo pesquisador Jony Koji Dairiki; e “Avaliação de taninos em dietas para juvenis de tambaqui no controle de helmintos e desempenho zootécnico”, liderado pela pesquisadora Cheila de Lima Boijink. Com a implantação do Laboratório ocorrerão benefícios para o atendimento das atividades propostas nos dois projetos além de outros futuros, assim como para formação de estudantes de iniciação científica e pós-graduação e transferência de tecnologia.
 
Para 2020, vinculado ao laboratório de Nutrição e Saúde, está prevista a construção da Fábrica de Ração Experimental com recursos aprovados em emenda parlamentar. A estrutura permitirá a realização de treinamentos para confecção de rações, contribuindo para a difusão do conhecimento e a melhoria da atividade de piscicultura no estado do Amazonas.

 

 

 

Quer ficar conectado com o Rolnews em seu WhatsApp?
Entre agora em nosso grupo e fique bem informado.
Clique aqui para entrar no grupo.

MAIS NOTÍCIAS DE AGRONEGÓCIO