Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

Em Cacoal, começa primeiro encontro brasileiro de degustadores de café

Fonte: Por Assessoria

07/06/2022 17h 06min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Em Cacoal, começa primeiro encontro brasileiro de degustadores de café
Ilustrativa

Uma oportunidade de troca de experiências entre renomados especialistas, que compõem os diferentes elos da cadeia de produção e transformação do café no Brasil e no Mundo.

 
Para tanto, mesas redondas, palestras e oficinas discutirão o estado da arte da produção de cafés de qualidade, arábica e canéfora (robusta e conilon), e seus protocolos de degustação.

O evento que vai até sexta-feira, 10, pretende estabelecer uma calibragem mais ampla a respeito dos diferentes padrões de qualidade dos cafés, arábica e canéfora (robusta e conilon), que são produzidos de norte a sul do país.

Uma oportunidade de atualização, aprendizagem, discutir metodologias e romper paradigmas. Afinal, a cafeicultura vive uma constante
transformação. Nenhuma safra é igual a outra! Isso torna a arte e a ciência de produzir
cafés, algo dinâmico e desafiador.

Degustação de cafés

Desde os primórdios o café é um alimento valorizado segundo a sua qualidade. E, foi
devido a essa importância que a prova de xícara surgiu no Brasil, no início do século XX.
Em 1917, a Bolsa de Café e Mercadorias de Santos foi a primeira a adotar a
metodologia de avaliação física e sensorial dos grãos, apenas três anos após a sua
criação. Desde então, diversas metodologias, protocolos e rotinas foram incorporadas
ao cotidiano da cadeia de produção e transformação do café.

Apesar de toda a sua tradição, a cafeicultura não descansou em berço esplêndido.
Evoluiu muito, sempre incorporando novas tecnologias e valores. Foram
transformações que ocorreram do campo à xícara, modificaram hábitos e quebraram
paradigmas.

Graças ao emprego de novas tecnologias de produção, principalmente nas
etapas de colheita e pós-colheita, a cafeicultura vem se tornando mais produtiva,
qualitativa e sustentável. Também trouxeram atributos, físicos, químicos e sensoriais
que não se encontravam nos grãos que foram avaliados e comercializados no Porto de
Santos em 1917.

Em Cacoal, começa primeiro encontro brasileiro de degustadores de café

Foto: Divulgação

 

Entre no grupo do whatsapp Clique aqui para entrar no grupo do Rolnews no Whatsapp.

MAIS NOTÍCIAS DE AGRONEGÓCIO

CONTEÚDOS DIVERSOS