Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

'Ele está abalado', diz pai de atleta rondoniense que joga na base do Flamengo-RJ

Fonte: G1 RO

12/02/2019 13h 26min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

‘Ele está abalado’, diz pai de atleta da base do Flamengo - RJ, que morava em Ariquemes, RO. O incêndio que atingiu o Ninho do Urubu, centro de treinamento do Flamengo, na zona oeste do Rio de Janeiro, na manhã da última sexta-feira, 8, deixou vítimas fatais.

O pai de Victor Thiago, conhecido como Vitinho, de 13 anos, conta que o filho treina no ct do Flamengo-RJ, há um ano, mas que o filho está de férias em Ariquemes.

última sexta-feira, 8, deixou vítimas fatais.

Vitinho estava de férias em Ariquemes quando ocorreu a tragédia  — Foto: Arquivo pessoal

Vitinho estava de férias em Ariquemes quando ocorreu a tragédia — Foto: Arquivo pessoal

O pai de Victor Thiago, conhecido como Vitinho, de 13 anos, conta que o filho treina no ct do Flamengo-RJ, há um ano, mas que o filho está de férias em Ariquemes.

 

- Era pra ele (Vitinho) ter ido para o Rio de Janeiro no fim de semana passado, mas precisava fazer o passaporte. Ele só pôde fazer essa semana. Ele retornaria ao Rio amanhã – diz o pai do atleta Melquisedeque Rodrigues.

 

Vitinho, segundo o pai, tinha mais contato com o goleiro Bernardo Pisetta — Foto: Arquivo Pessoal

Vitinho, segundo o pai, tinha mais contato com o goleiro Bernardo Pisetta — Foto: Arquivo Pessoal

Segundo Melquisedeque, após a tragédia no Ninho do Urubu, que tem confirmado o número de 10 mortos, pelo Corpo de Bombeiros, o filho está comovido, mas ainda sonha com o futuro no futebol.

 

- Com esse acontecimento ainda não está confirmado a volta dele pra amanhã. Sei que meu filho está abalado, pois ele conhecia várias das vítimas e tinha contato com elas. Principalmente com o goleiro Bernardo. Nesse momento ficamos meio pensativo, claro. Mas é um sonho dele, tem que levantar a cabeça e jogar agora pelos colegas que se foram – conta.

 

Os nomes das vítimas Athila Paixão, Bernardo Pisetta, Christian Esmério, Jorge Eduardo, Pablo Henrique, Samuel Thomas Rosa e Vitor Isaías

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS DE ESPORTE