Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

Como aproveitar a chance rara de ver Mercúrio, o planeta mais próximo do Sol

O menor planeta do Sistema Solar quase nunca nos fica visível, mas fará uma breve aparição na próxima quinzena. Veja como localizá-lo.

Fonte: DO TERRA

06/02/2020 09h 54min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Como aproveitar a chance rara de ver Mercúrio, o planeta mais próximo do Sol
Foto: Getty Images / BBC News Brasil

Costuma-se dizer que Mercúrio é o planeta mais fugidio, porque é difícil vê-lo no céu à noite. Mas, durante a próxima quinzena, ele fará uma breve aparição.

Mercúrio é o menor planeta do nosso Sistema Solar e o mais próximo do Sol.

 
É difícil vê-lo porque ele orbita em um plano muito similar ao da Terra e ao Sol.

Por isso, diferentemente de outros planetas, ele só aparece próximo ao horizonte. E, tanto ao amanhecer quanto ao entardecer, fica ocultado pelo brilho solar.

Nos próximos dias, no entanto, Mercúrio transitará pela parte mais externa de sua órbita, o que fará com que permaneça um pouco mais de tempo no céu noturno antes de sumir.

Será mais fácil vê-lo do hemisfério norte, mas ele também estará visível no hemisfério sul.

Como ver Mercúrio
Os especialistas dizem que, nas próximas duas semanas, Mercúrio ficará visível à noite por até 40 minutos após o pôr do sol.

A boa notícia é que não será necessário um telescópio. Deverá ser possível vê-lo a olho nu, ainda que, no hemisfério sul, talvez seja necessário usar binóculos.

Para encontrá-lo, a dica é olhar perto do horizonte na direção oeste.

Uma recomendação é primeiro localizar o planeta Vênus, o corpo celeste mais brilhante no céu depois do Sol e da Lua. Mercúrio estará um pouco abaixo e à direita de Vênus.

É possível reconhecê-lo por sua cor laranja-amarelada.

Um detalhe auxiliará a busca: no horário em que os planetas estiverem visíveis, outros corpos celestes estarão escondidos.

Mas Mercúrio só ficará à vista por pouco tempo.

Segundo o site EarthSky, ele permanecerá visível no norte por 40 minutos, na zona do Equador por 20 minutos, e entre cinco e dez minutos no sul.

Se perder a chance, a próxima oportunidade surgirá em setembro e outubro.

Quer ficar conectado com o Rolnews em seu WhatsApp?
Entre agora em nosso grupo e fique bem informado.
Clique aqui para entrar no grupo.

MAIS NOTÍCIAS DE TECNOLOGIA