Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

Asrolim emite nota destacando que o maior setor produtivo de Rondônia pede socorro

ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES RURAIS DE ROLIM DE MOURA resolveu vir a público manifestarmos nossa posição quanto a um grave problema que vem atingindo em cheio esse setor

Fonte:

18/06/2020 12h 39min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Asrolim emite nota destacando que o maior setor produtivo de Rondônia pede socorro
Foto - compre rural

Devido a apreensão de todos envolvidos no MAIOR SETOR PRODUTIVO DO ESTADO DE RONDÔNIA, a ASROLIM - ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES RURAIS DE ROLIM DE MOURA resolveu vir a público manifestarmos nossa posição quanto a um grave problema que vem atingindo em cheio esse setor: A SAÍDA DE GADO PARA OUTROS ESTADOS. Esse tipo de comércio vem aumentando dia a dia, o que gera enorme prejuízo não só ao setor, mas desencadeia falta de matéria prima aos frigoríficos do estado (Ocasionando queda substancial de arrecadação). Não obstante a isso, pode e com certeza vai gerar uma grande perda econômica aos:
Fabricantes de ração,
Produtores de milho,
Casas agropecuárias,
Setores responsáveis pela genética,
Transportadoras,
Funcionários e mais uma infindável cadeia que direta ou indiretamente está ligada a ele. O setor está sentindo-se fortemente ameaçado com o fantasma da falta de uma atitude tributária mais enérgica por parte do governo para evitar que cada vez mais isso afete a economia estadual. Com os valores da arroba muito maiores em estados como os de São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul por exemplo, torna-se inevitável essa invasão de compradores, que em nossa opinião só pode ser contida com um ajuste seguro e correto na pauta dos animais, fazendo justiça aos que trabalham diuturnamente nesse setor e ajudam incansavelmente no crescimento da economia do estado. Voltamos a reforçar que esse setor sendo atingido como está sendo, com certeza rapidamente trará um reflexo negativo não só na cadeia produtiva, mas em outros setores que dele dependem ou alinham-se inclusive indiretamente na produção. A situação é mais crítica do que podem imaginar alguns gestores do estado. A continuação dessa saída descontrolada de bovinos com pautas irrisórias para outros estados rapidamente demonstrará que o desemprego e a queda na arrecadação serão inevitáveis. Mas para colocarmos nossa ideia e demonstrar nosso repúdio a essa facilidade que os compradores de bovinos de outros estados estão tendo, nada mais justo que colaborarmos e também sugerirmos o que achamos, no mínimo justo para que nem os empreendedores e produtores, e nem os trabalhadores sejam prejudicados. Acreditamos que o estado de Rondônia tendo uma pauta para bezerros de R$ 2.300,00 (Dois mil e trezentos reais) e para garrotes acima de 12 meses em torno de R$ 3.000,00 (Três mil reais) e claro, aplicando-se a mesma média no caso de fêmeas. Isso seria o mínimo razoável possível. Entendemos que tais pautas sendo reajustadas com certeza incentivarão a economia doméstica, evitarão perdas sensíveis de postos de trabalho e conseguirão, devido à enorme demanda, evitar perdas consideráveis aos cofres do estado.

FONTE - ASROLIM PARA ROLNEWS

Quer ficar conectado com o Rolnews em seu WhatsApp?
Entre agora em nosso grupo e fique bem informado.
Clique aqui para entrar no grupo.

MAIS NOTÍCIAS DE AGRONEGÓCIO