Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

ARTIGO Pequenos grandes heróis brasileiros Por Carlos Berti Niemeyer*

Fonte: ASSESSORIA

12/06/2020 16h 18min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
ARTIGO  Pequenos grandes heróis brasileiros  Por Carlos Berti Niemeyer*
Carlos Berti Niemeyer é Contador, Auditor e Diretor Administrativo Financeiro do Sebrae em Rondônia.

Estamos em torno de três meses convivendo com uma situação nunca vista na história econômica e social de nosso país. Três meses de distanciamento social, lockdown e outros termos que modificaram a forma de nossas empresas produzirem, comprarem, venderem, enfim existirem.

Nessa situação de pandemia temos chamado médicos, enfermeiros, anestesistas e todos os demais atores das áreas médicas de heróis por continuarem trabalhando, muitas vezes ficando completamente distantes de suas famílias.

Mas hoje queremos chamar a atenção para outros heróis desse país, nossos pequenos empresários. Aqueles donos de pequenos negócios que todos os dias acordam pensando em como melhorar sua empresa, em como atender as necessidades de seus clientes e, agora, em como manter sua empresa existindo nessa situação de pandemia. No Brasil são mais de 15 milhões de pequenos negócios que travam uma luta diária para manter seus negócios, que fazem a economia girar em suas localidades, que empregam mais de 50% dos trabalhadores brasileiros, que ficam felizes quando conseguem pagar suas contas em dia, mesmo que isso signifique ficar sem recursos para sua própria manutenção. Estes são os heróis que garantem que você tenha alimento na sua mesa, roupas para você usar, emprego para seus familiares e desenvolva a economia do seu município.

E nesse momento de pandemia e crise esses pequenos grandes heróis estão sendo ainda mais exigidos. Vamos todos entrar nesta campanha para manter os pequenos negócios abertos, vamos adquirir os produtos da padaria e do mercadinho da esquina, na lojinha do seu João, na papelaria do Seu Joaquim, na loja de confecções da Dona Joana, na sapataria do Seu Zé. Vamos manter nossa economia local funcionando, só depende de nós e de cada um.  

 

Quer ficar conectado com o Rolnews em seu WhatsApp?
Entre agora em nosso grupo e fique bem informado.
Clique aqui para entrar no grupo.

MAIS NOTÍCIAS DE Publicações