Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

Artigo: O Poder Revolucionário do Amor por Cezar Camargo

Fonte: Cezar Camargo

26/06/2020 09h 37min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Artigo: O Poder Revolucionário  do  Amor   por Cezar Camargo
Reprodução

Você conhece esse poder do amor? A força capaz de mudar e alterar circunstâncias, cenários, vidas? Um dos efeitos do amor em nós é tornar-nos inofendíveis, pois quando amamos não temos tempo para perder com ofensas e ressentimentos. É preciso lembrar-se que: Todavia um coração sem amor guarda mágoas, um coração magoado somatiza enfermidades e dores, mas ao encontrar-se com o amor, renova-se. Ele tem o poder de mudar ambientes, ele reconcilia, não deixa espaços para julgamentos, o amor justifica, redime, restaura e cura. É um poder que nos permite ter esperança, sonhar e revolucionar ambientes e vidas.


E por que ele é revolucionador? Pelas razões descritas acima, e porque nas situações mais simples e corriqueiras, que são na verdade oportunidades, é possível perceber-se os efeitos de sua ação nos outros e em nós. Começamos a ser surpreendidos por conspirações do bem a nosso favor, sempre que servimos ao próximo em amor, e a verdade é que, sempre podemos encontrar um meio de propiciar o bem, mesmo sem recurso algum, em tempo e fora de tempo, na dose certa. 


O entendimento do amor começa no encontro consigo mesmo, é uma busca pessoal, que tem a ver com percepção e tomada de consciência, que se torna o ponto de mudança. Você já se encontrou? O Reencontro inicia-se na aceitação de quem você é, seja qual o momento que esteja vivendo. A aceitação é de vital importância para o nosso desenvolvimento para além dos fracassos e adversidades, é o exercício do amor-próprio, para um bem maior. Dentro dessa perspectiva destaco a importância do reequilíbrio, do tempo e da persistência.  


O reequilíbrio é um processo de autoconhecimento que exige decisão, às vezes doloroso, mas pela via da entrega ao entendimento de como tuas crenças estão estruturadas, ele torna-se possível. A reconstrução é uma junção do encontro com o reencontro consigo mesmo, que a partir de uma estrutura entendida com clareza, torna viável o equilíbrio emocional, que organiza e redireciona o nosso padrão mental. Então, por essa reconstrução, há viabilidade de recomeços e novo ciclo. Nessa dinâmica, as curas de que necessitamos são possíveis, porque o amor tem permissão para ressignificar tudo.


Em segundo lugar, o entendimento correto sobre o tempo. Ele não cura, mas permite-nos reorganizar e estruturar emoções e processos relacionais e contribui para o desenvolvimento da maturidade. O amor e o tempo estão juntos nesse processo, mas é o amor que traz cura, o tempo só irá sinalizar a hora de permitir-se recomeçar. Saiba que todas as curas iniciam-se no entendimento, e se ele está estruturado, orienta-se com mais organização. Assim, ocorrem os processos de aprendizados assertivos, e é o melhor caminho para aprender-se a gerenciar as emoções.


Em terceiro lugar, agir com persistência. O persistente é esforçado em seus objetivos, sem deixar-se abalar facilmente por quaisquer críticas ou negativas, é ser continuo e determinado, e essa atitude valida todo o seu planejamento. Tendo os sonhos como inspiração, pela via do planejamento, trabalho, foco e resiliência, os cenários tornam-se favoráveis aos persistentes, e eles aprendem com seus erros. Em geral, o não persistente desiste, em seu estado de imaturidade, pois acredita que não conseguirá chegar aonde deseja. 


Os persistentes são insistentes, em miúdos, mantém com firmeza a atitude tomada. Insistem na repetição e na continuidade, que favorecem ajustes quanto aos desacertos. Se você é assim, está no caminho certo, isso lhe permitirá aprendizados e experiências que lhe ajudarão na tua jornada. Aos não persistentes recomendo, mudança de atitude. Sim! Sem persistência, sem aprendizado, sem sucesso, sem evolução. O que é preciso para a revolução? O autoconhecimento aqui sugerido! Atravessar o processo que te encherá de vida, para amar, servir, revolucionar. Assim é o caminho do discípulo do amor, ele anda segundo a consciência do bem, gerada pelo amor.

 

Quem deseja conhecer o poder revolucionador do amor e exercê-lo, precisa curar a si em primeiro lugar. Nesse ponto, cabe apontar que a terapia tem sua importância, ainda que somente o amor permita a remissão completa do EU para uma boa estruturação da autoestima. Ele reconfigura padrões mentais, permitindo recomeços. Bem, chegou a hora, vamos fazer acontecer, que o amor te encontre o quanto antes para dias melhores, nos quais você seja amor por onde for. Que este tempo seja de reconstrução, entendimento, recomeços, paz e muito amor.


Aproveito a oportunidade para convidá-lo a estar conosco toda sexta-feira, no quadro: Papo do Divã, às 18h45, com Eduardo Hydalgo, no Programa Panorama da Sisbrasiltv Canal 33 1HD, pela TV Cultura.

Cezar Camargo

Psicoterapeuta Clínico e Corporativo, Palestrante, Especialista em Gestão
Pessoal e Membro do Conselho Brasileiro de Psicoterapia e Psicanálise.
(CBPSI nº 01085)


Contatos:
Skype: cezar_camargo


(19) 9.8364.0342 (WhatsApp)

Telegram: @CezarCamargoPsiDh

Redes sociais: @cezarcamargo.psi.dh

Quer ficar conectado com o Rolnews em seu WhatsApp?
Entre agora em nosso grupo e fique bem informado.
Clique aqui para entrar no grupo.

MAIS NOTÍCIAS DE Publicações

CONTEÚDOS DIVERSOS