Rolim de Moura - RO
00:00
Rondônia

Apple tem lucro bilionário em meio ao caos do último trimestre

Fonte: DO CENE PRODUÇÕES

07/08/2020 08h 06min

  • Compartilhe Essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Apple tem lucro bilionário em meio ao caos do último trimestre
DIVULGAÇÃO

No discurso de apresentação do Iphone em 2001, Steve Jobs disse que com o lançamento do produto que iria transformar a vida das pessoas. “Hoje a Apple vai reinventar o telemóvel”, disse o empresário. Para os jovens, talvez essa frase não seja tão impactante, pois já nasceram com a tecnologia da ‘ponta dos dedos’. Mas para os que acompanharam a evolução do celular, a frase diz muito sobre a inovação que foi criada pela famosa marca da maçã.


Numa época em que a ostentação era ter um celular com uma bateria duradoura, a Apple apresentou um produto com um tempo reduzido de bateria e um alto nível de tecnologia. O telemóvel batizado de Iphone mudou hábitos, mercados e sistema de produção por todo o mundo. A ideia era que num único aparelho o usuário conseguisse fazer diversas coisas e não somente ligações. Aliás, fazer ligações ficou até em segundo plano com o passar do tempo.


Para Jobs a Apple não vendia apenas produtos, a sua missão era mais ampla e melhor estruturada. A marca criou uma nova forma de consumir e de se comunicar. O Iphone fez seus concorrentes correr atrás da inovação para não ficarem defasados como tantos outros serviços ficaram. Era um caminho sem volta!


A partir daí vimos a tecnologia mobile transformar nosso estilo de vida e aprovamos a praticidade que ela trouxe a diversos serviços. Ficamos totalmente dependentes desses ‘aparelhinhos’ e dos serviços virtuais. São inúmeras as mudanças de comportamento, a ponto que empresas e até serviços públicos buscaram a digitalização dos seus sistemas para oferecer praticidade aos usuários.

Em um único aparelho que cabe no bolso, você tem um mundo de ferramentas que são usadas para trabalho, estudo ou vida pessoal. Câmera fotográfica, agenda, todas as ferramentas de comunicação, GPS, aplicativos de transportes como o Uber, aplicativos de caça níqueis online como o da Betway Cassino e até mesmo bancos digitais como é o caso do Banco Inter. É incrível ver como tudo isso evoluiu nas últimas décadas.


Através de aplicativos de chat, como o WhatsApp, muitas facilidades invadiram a vida de pessoas e de empresas. Mensagens instantâneas, chamada de voz gratuita, videochamada, compartilhamento de documentos e imagens, tudo isso num único lugar. A digitalização se serviços se tornou tão indispensável que até documentos pessoas agora são disponibilizados digitalmente, como é o caso do título de eleitor e da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que hoje também conta com sua versão digital.
Por isso, é tão justificável que mesmo em meio a um cenário de crise mundial, a Apple ainda consiga se manter firme no mercado. O lucro bilionário do último trimestre não é referente  aos seus produtos, mas sim ao estilo de vida que a empresa nos impôs e que agora está mais forte do que nunca. Ter um Iphone não representa ter um telemóvel, significa muito mais. Está associado a fazer parte do grupo de quem dita as regras. Não é somente uma maçã mordida, é o símbolo do sucesso.


Iphone 11 é o mais vendido na China


Foram sete meses consecutivos em que o Iphone 11 se manteve em primeiro lugar no ranking de smartphones mais vendidos no país. Mesmo tendo uma queda de 22% no segmento no último trimestre, a Apple conseguiu não ser tão afetada tendo apenas 1% de perda. Num momento em que as pessoas estão precisando utilizar os recursos audiovisuais para fazer tarefas do dia-a-dia, é muito comum investirem em equipamentos que lhe deem um retorno favorável e eficaz.
Ainda que a empresa tenha fechado algumas de suas lojas de varejo na China por causa da pandemia pelo coronavírus, ela continua a todo vapor para seguir conquistando seus adeptos. Há, inclusive, a previsão para o lançamento do Iphone 12 no segundo semestre. A produção também voltou ao normal no final do mês de março, quando as coisas começaram a estabilizar no país.


De acordo com o site Giz modo Brasil, nos EUA, onde as lojas ainda estão fechadas e a empresa teve um impacto na receita do AppleCare, já que ninguém pode levar seus dispositivos para serem consertados, as pessoas ainda estão comprando seus produtos e assinando seus serviços. O CEO da companhia, Tim Cook, disse que os funcionários do varejo ainda estão sendo pagos, apesar do fechamento das lojas.


A empresa também entrou na luta a favor do combate ao covid-19 e adotou ações importantes de prevenção. “Quando você considera todas as maneiras pelas quais a COVID-19 afetou a Apple, seus clientes e a maneira como trabalhamos, esse pode não ter sido o trimestre em que poderia ter sido, mas não me lembro de um trimestre em que estive mais orgulhoso do que nós fazemos ou de como fazemos”, disse Cook.

Para os que são amantes dos produtos da maçã fica então a expectativa pelo lançamento do Iphone 12 no segundo semestre e a torcida para que a empresa continue a inspirar e nos trazer inovações.

 

 

Quer ficar conectado com o Rolnews em seu WhatsApp?
Entre agora em nosso grupo e fique bem informado.
Clique aqui para entrar no grupo.

MAIS NOTÍCIAS DE TECNOLOGIA

CONTEÚDOS DIVERSOS