ROLIM NETCERÂMICA UNIAO

GERAL

No AC, sobrevivente de barco atingido por raio que matou quatro pessoas vai passar por avaliação cardíaca

Postada em 11/10/2018 22:37hrs
Fonte: onortao.com.br

No AC, sobrevivente de barco atingido por raio que matou quatro pessoas vai passar por avaliação cardíaca

O estudante Cleverton Rodrigues Pessoa, de 15 anos, que sobreviveu após a catraia em que estava ser atingida por um raio e foi encaminhado para o pronto-socorro de Rio Branco, segue estável, conforme informou a Saúde nesta sexta-feira (11).

O paciente permanece em observação e aguarda a avaliação de um cardiologista, mas possui um bom prognóstico, segundo o hospital.

O acidente ocorreu na quarta (10) no município de Sena Madureira. Três alunos morreram e outros cinco ficaram feridos após a embarcação em que estavam ser atingida por um raio. O condutor da embarcação, Magneto do Nascimento, também morreu e o corpo foi resgatado por bombeiros do município.

Ainda muito abalada e chorando, a mãe do estudante, Antônia Pessoa relatou que ao saber do acidente saiu correndo pelo ramal e acreditava que o filho já estivesse morto. Segundo ela, o pai vai para Rio Branco acompanhar o filho, pois ela não tem condições.

“Pegamos uma voadeira e quando chegamos disseram que ele quase morreu e se salvou por um milagre de Deus. Para uma mãe não é fácil suportar uma coisa dessas, ainda bem que ele está vivo. Meu filho escapou, não foi o dia dele porque Deus é bom e não quis levar ele agora”, relatou.

Sobreviventes ficaram desorientados

O médico plantonista Pedro Antônio de Souza, que atendeu as vítimas no Hospital de Sena Madureira relatou, ainda na quarta, que cinco pacientes que estavam feridos chegaram na unidade com quadros de desorientação e fortes dores no corpo.

“Fizemos a estabilização e realizamos alguns exames. Fizemos a monitoração cardíaca, onde foi identificado que havia a necessidade de um acompanhamento mais detalhado em um dos pacientes que foi encaminhado para uma avaliação cardiológica em Rio Branco”, explicou.

As outras vítimas, segundo ele, permaneceram estáveis e ficaram em observação no município.

“Estamos aguardando alguns exames para providenciar a internação e fazer a recuperação deles. Em relação aos óbitos, a causa direta foi a questão da descarga elétrica que causa uma espécie de curto-circuito no organismo e causa alteração cardíaca”, explicou.

Acidente

O corpo de Bombeiros do município informou que as vítimas estavam a caminho da escola, que fica na Comunidade Estirão do Alcântara, no Amazonas, pelo Rio Purus, quando ocorreu o acidente.

Os bombeiros informaram que os estudantes moravam de um lado do Rio Purus, e a escola fica do outro lado do manancial. A embarcação é o transporte usado para levar os alunos até a escola diariamente.

Os alunos que morreram são: Yasmin Oliveira da Silva, de 10 anos, Henrique Santos da Costa, de 14 e Elon Dias Raulino, de 17 anos.

Na embarcação haviam cerca de 11 pessoas no momento do acidente. As vítimas feridas têm entre 7 a 14 anos, segundo a direção do hospital.

 

SAFIRA - NOTICIA RODAPESAFIRA - NOTICIA RODAPEGAZIN